210

A Alma da Independência em Treze Letras

Você deve ter percebido a seguinte frase no nosso manifesto: “Autonomia sem autenticidade é independência sem alma”. Essa frase foi originalmente expressa pelas mãos de um profissional incrível com quem temos a oportunidade de conviver, Gerson Ferreira, da Agência Bronze, que deu forma ao novo posicionamento do Instituto Realize e que virou também parceiro de trabalho, nessa relação de soma e complementaridade que nossas áreas de atuação tem entre si.

Você já vai entender no que essa valiosa frase pode agregar na sua realização. E o “código” de treze letras que ela carrega. Prossiga a leitura, vale muito a pena!

Optamos por dar ênfase aos temas autonomia e autenticidade, como essência do nosso propósito, não por nossa escolha, e sim depois de uma pesquisa que envolveu agentes de relação direta com o Realize (clientes, fornecedores e profissionais atuantes) e indiretas (prospects, público alvo e “o mercado”). Coletamos informações de forma separada e as cruzamos para saber se nossas verdades internas e externas eram equivalentes ou se havia distorção de realidades entre elas. Em linguagem direta, queríamos saber se o que vendíamos estava sendo entregue com a qualidade que tanto prezamos, e, se também seria capaz de atender as necessidades de outras milhares de pessoas pelo mundo afora, que é o desejo apaixonante que nos move diariamente. Bingo! Para a nossa felicidade descobrimos que nosso propósito é mais do que válido, e que os valores que construimos e defendemos nesses cinco anos são percebidos por nossos clientes e por aqueles que tem contato direto conosco. A sensação de “estamos no caminho certo” é indiscritível, ainda que o mapa não seja o território, já que os ajustes diários são necessários e os desafios sejam constantes.

A sensação de vivermos o slogan “CONDUZA SUA VIDA” que estampa nossas camisetas exclusivas para as pessoas que participam da imersão de Coaching de Vida, Existência e Vocação é fantástica. Vivemos a verdade que defendemos. E de mãos dadas com muitas outras pessoas. Afinal de contas, sonhar e realizar em conjunto tem muito mais força e significado. Isso faz de nós livres e ao mesmo tempo nos dá a certeza de pertencimento.

A liberdade de viver por um propósito e a sensação de cumpri-lo é revigorante. Se observarmos o discurso da maioria das pessoas ao nosso redor, ele revela a busca por “essa tal liberdade”.

Há quem declare não abrir mão de ser livre, seja no trabalho, nos relacionamentos, no estilo de vida alternativo. Seriam essas pessoas livres de si mesmas? Estariam buscando a felicidade externamente em condições ou cenários ainda não alcançados? Seria essa busca pela “tal liberdade” um oculto pedido de socorro em relação aos medos, inseguranças e desconfortos internos? As respostas para essas reflexões cabem a cada um de nós.

Aí está o “x” da questão, a tal alma da independência com treze letras: AUTENTICIDADE. É algo que não podemos ter. Apenas ser. Para expressá-la é preciso vivenciar nossas verdades. E sabemos que somos verdadeiramente autênticos quando as pessoas ao nosso redor percebem o que vivemos, mesmo que não compreendam na íntegra. É uma compreensão extra cognitiva, além da razão.

Quando sabemos quem somos, temos a clareza  e vivemos os nossos valores,  ainda que não tenhamos a descrição ideal para o nosso propósito, nossa postura gerará posicionamento, e com ele vem a paz de espírito e a autonomia. Não tem nada haver com prepotência, nem com bater no peito e declarar suas verdades. Trata-se de SER. Isso é muito convincente e seu impacto é perceptível tanto nas pessoas quanto nas empresas.

Convenhamos: paz de espírito não tem preço, nem talento, ou status que a compense ou substitua. Só mesmo vivenciando para saber seu incalculável valor.

Viva com autenticidade! A vida é valiosa e breve para aceitarmos exercermos menos do que o melhor de nós mesmos.

Ah, e os resultados? Esteja certo de que eles nos alcançarão. Expresse sua essência divina, aplique seus talentos e o “tudo mais” nos virá por acréscimo. Durante nosso hangout de aniversário, que acontecerá na última semana de outubro, falaremos sobre como os resultados acontecem e orientaremos o passo a passo para acelerar sua realização. Next!

#simplesmenterealize

 

Por Vanessa Milis

Um comentário sobre “A Alma da Independência em Treze Letras

  1. Melhor do que o reconhecimento é ver o Instituto Realize vivendo na prática um PROPÓSITO valioso. Parabéns Vanessa por ter a coragem de fazer, promover e principalmente validar a razão da sua existência profissional.

Os comentários estão encerrados