ColunaEllington (3)

A BUSCA DO EQUILÍBRIO

Diante de um fato que gere desconforto, de que forma reagimos?

É importante percebermos nossas reações imediatas e com o passar do tempo que sucede o evento conflitante.

Alterações bruscas de estado emocional, de modo geral provocam danos em nossos organismos físico e emocional. E o que dizer de nossos constituintes espirituais? O dano tende a ser mais acentuado em nossos corpos mais sutis.

Uma máquina quando submetida a esforços acentuados passa a sofrer maior desgaste em comparação às situações onde é empregada respeitando-se as condições ideais de uso.

Um carro acelerado com alta rotação (rpm) por longo trecho, por certo sofrerá um desgaste excessivo do motor e demais componentes do veículo, reduzindo sensivelmente a vida útil do mesmo.

Qualquer equipamento empregado com picos de energia oferecerá maior desgaste, reduzindo a vida útil, será maior o consumo e, consequentemente mais gasto.

Assim ocorre com nossos organismos. As cargas físicas; emocionais e espirituais desproporcionais em relação a normalidade (característica peculiar de cada indivíduo – o que é normalidade é outro tema tão importante quanto complexo), produzirão efeitos danosos nas respectivas áreas de nossas vidas.

Quanto mais evoluído o ser, mais equilibrado e menos sujeito a alterações, sobretudo nas questões emocionais e espirituais.

Com base nesta análise, concluímos que afirmações alusivas a estados de humor de deus são contraditórias. “deus ficará zangado”; “isso não agrada a deus”; ou qualquer crença em um deus bravo e até mesmo vingativo deixam de fazer sentido.

Deus é pleno; é o total equilíbrio; conhece nossas imperfeições e não tem expectativas em relação a qualquer atitude nossa, porque é paciente no limite por nós desconhecido, e sabe que um dia todos alcançaremos o equilíbrio que proporcionará paz de espírito.

Ao recebermos uma notícia muito boa, ou muito ruim, manter o equilíbrio permite melhores condições para tomar as decisões apropriadas, e menores os prejuízos ao nosso complexo ser.

Como você reagiria se recebesse neste momento a notícia de que ganhou um grande prêmio na loteria? Com equilíbrio e serenidade ou exaltação? E se recebesse uma notícia impactante, como a perda de uma pessoa muito querida? Com profunda tristeza e alterações imediatas no organismo físico ou se manteria calmo (a)? Observe-se e seja previdente em relação as suas reações desde os pequenos acontecimentos até aqueles que podem mudar o rumo de suas vidas.

Ter o controle das emoções lhe proporcionará uma vida mais serena.

 

 

Ellington Colombi Martins

Palestrante a 11 anos, apaixonado pelo desenvolvimento humano através da espiritualidade, coordenador de grupo e estudos holísticos e espiritualistas, Engenheiro Civil, especializado em Gestão Estratégica de Negócios e convicto de que podemos transformar o mundo ao redor através da nossa própria evolução.