Favim.com-33123

Nem todos saem na chuva – o sucesso não é para qualquer um

Dias chuvosos tem sua utilidade. Eles evidenciam a pré-disposição das pessoas para a autossabotagem ou para a autorrealização.

Alguns dizem “não vou para a academia porque está chovendo”, outros, “não vou naquele cliente porque o clima está ruim”, e há os que digam “com essa chuva é péssimo fazer qualquer coisa”.
Se as condições climáticas externas paralisam você, está na hora de rever os seus conceitos.

Em conversa com um empresário, durante um almoço de negócios, uma pessoa passou pela mesa para nos cumprimentar, e numa conversa rápida, comentava que estava migrando para uma atuação profissional “mais segura”, referindo-se aos aspectos da atividade empreendedora em geral sob a seguinte argumentação: “Esse negócio não é para todos, além do mais, o local é contra mão para mim, e com essa chuva então, fica pior”. E fechou sua fala com a frase: “É difícil crescer nesse cenário econômico”.

Bom, chamamos isso de negativismo 360º. Aquele em que a pessoa direciona os olhos para o que possa acontecer de errado, tudo o que há de desfavorável, sem considerar que milhares de outras pessoas estão crescendo, faturando e edificando novos negócios de forma inovadora e consistente.
Por outro lado, ele não estava errado quanto a um aspecto: o sucesso não é para qualquer um.

Nem todos estão dispostos a sair na chuva.
Poucas pessoas estão dispostas a caminhar pela jornada da realização, simplesmente porque a estrada não está pronta. É preciso construí-la. E para isso dormir poucas horas por semana, trabalhar muito inicialmente por um retorno positivo a médio ou longo prazo, assumir riscos, lidar com pessoas difíceis, receber muitos “não” como resposta, transpor as barreiras e objeções dos criativos e nem sempre leais concorrentes, mudar de estratégia sempre que necessário, adaptar o plano de ação, administrar recursos (inicialmente a falta deles), articular parcerias de soma, ousar, abrir mão de luxos imediatos e até do próprio conforto material e emocional, estudar, treinar e perseverar no treino diariamente.

Realmente o sucesso é para poucos. É para os que se dispõe a serem os melhores. O mercado realmente não comporta mais o bom, porque o bom é inimigo do excelente, e esse último já é a média geral. Sim, a média para chegar e manter-se no topo está elevada! No atual cenário tecnológico, econômico e social, é preciso treinar para alcançar a MAESTRIA.

Empreender ou não empreender, esse é apenas um detalhe, uma escolha que só cabe a você. Não há certo ou errado. Apenas esteja consciente de que intraempreender é vital para a sua carreira, seja ela pública, privada, seja você empresário ou funcionário. Tudo depende da sua pré-disposição para potencializar suas capacidades e do nível de determinação que estiver disposto a investir.

Ressignifique seus comportamentos de autossabotagem, treine suas habilidades, através do método 5 passos para a melhoria contínua pessoal você já poderá conquistar significativos progressos.

Você é quem decide, ser conduzido ou conduzir a própria vida.
Quer ir além? Cadastre seu e-mail e participe do hangout exclusivo para assinantes do Blog.

Por Vanessa Milis

#conduzasuavida
#simplesmenterealize